Publicado em 16, março 2016

TERAPIA COM CÉLULAS-TRONCO É IDEAL PARA CURAR ANIMAIS COM DOENÇAS ÓSSEAS, ARTICULARES E TENDÍNEAS

Doutora em Imunologia e diretora científica da CellVet Medicina Veterinária Regenerativa, Nance Nardi, explica como o tratamento com células-tronco pode curar animais de doenças ósseas, articulares e tendíneas,  em qualquer idade…

A terapia com células-tronco tem se mostrado muito eficiente para a cura de doenças articulares, ósseas e tendíneas em animais, como pets e equinos. “80% dos donos de cães e gatos tratados com a terapia celular relataram uma melhor qualidade de vida para seus pets. Em equinos, 60% dos que apresentavam lesões articulares e 77% dos que tinham lesões de ligamento ou tendão ficaram totalmente curados”, relata a biológa, doutora em Imunologia e diretora científica da CellVet Medicina Veterinária Regenerativa, Nance Nardi.

Para lesões articulares, ósseas e tendíneas já está comprovada a eficiência da terapia com células-tronco.  Essa eficácia se dá pela capacidade que as células-tronco têm de reconstruir a região afetada. “As células tronco agem no organismo reconstruindo os tecidos afetados, seja por doença ou trauma”, explica Nance.

De acordo com a bióloga, o tratamento consiste na aplicação de injeções com células-tronco no local afetado. As células são retiradas  do tecido adiposo do próprio paciente ou de outro animal da mesma espécie, preparadas para a aplicação e injetadas no paciente. O tratamento pode ser repetido se necessário e não oferece riscos aos animais.

Tanto a coleta do material, quanto a aplicação das células são procedimentos rápidos e não causam desconforto ao animal. Para a coleta, uma pequena incisão é feita e um pedacinho do tecido adiposo (gordura) é retirado pelo veterinário. Depois este material vai para a CellVet, que prepara as células para aplicação. A aplicação é feita pelo veterinário no local afetado ou por via endovenosa. O animal tratado com células-tronco pode voltar para a casa no mesmo dia do procedimento, sem nenhum hematoma ou desconforto.

O tratamento é indicado para animais de todas as raças e idades, mas tem sido comprovada mais eficácia para pacientes mais jovens e com graus menos severos de doenças.

Skoll, um cachorro da raça dachshund, e Barak, um cavalo da raça PSI – Puro Sangue Inglês, são exemplos da eficiência das células-tronco. O pequeno Skoll voltou a caminhar e brincar após ser tratado de uma discopatia na coluna. Barak pode voltar ao hipismo depois do sucesso da terapia celular na cura de uma tendinite.

Apoio

Rua da Várzea, 22 - Jardim São Pedro
Porto Alegre - RS
(51) 3109-5223