Publicado em 16, março 2016

TERAPIA COM CÉLULAS-TRONCO DEVOLVE CAVALO AO HIPISMO

Seis meses após o tratamento com células-tronco, o cavalo Barak já estava totalmente recuperado de uma tendinite aguda.

O tratamento com células-tronco tem recuperado plenamente equinos que sofrem lesões, sejam cavalos de corrida ou passeio. “Cerca de 60% dos cavalos que apresentavam lesões articulares e 77% dos que tinham lesões de ligamento ou tendão e foram tratados com a terapia celular se curaram totalmente”, conta a bióloga, doutora em imunologia e diretora científica da CellVet Medicina Veterinária Regenerativa, Nance Nardi.

Barak, um cavalo da raça PSI – Puro Sangue Inglês -, voltou a competir no hipismo após 180 dias de tratamento.  Com aplicações de injeções de células-tronco coletadas do próprio tecido adiposo (gordura) de sua região lombar, o cavalo se recuperou totalmente.

A lesão surgiu quando Barak bateu os membros anteriores em um dos obstáculos durante uma prova. O diagnóstico foi tendinite aguda, com rompimento parcial de um dos tendões.

O problema que causava dor, inchaço e, claro, comprometia a mobilidade do animal, o afastando das competições, até pouco tempo era tratado com remédios, como anti-inflamatórios, e terapias a laser ou aplicações de gelo. Para Barak, porém, o tratamento convencional não fez efeito, mas já nas primeiras aplicações de células-tronco, a melhora foi significativa.

A recuperação integral do animal é prova da eficiência da terapia celular para a cura deste tipo de lesão. “As células-tronco, neste caso, possibilitaram a cura integral do paciente, permitindo não apenas o alívio da dor, mas a volta ao esporte”, comenta Nance Nardi.

Apoio

Rua da Várzea, 22 - Jardim São Pedro
Porto Alegre - RS
(51) 3109-5223