Publicado em 18, janeiro 2016

Células-tronco para pets – Coluna Observador Jornal do Comércio

Porto Alegre é a segunda capital do Brasil a ter um banco de células-tronco para tratamento de pets – gatos, cachorros e cavalos. É a CellVet Medicina Veterinária Regenerativa, que coleta o material e o mantém preservado para uso em procedimentos veterinários. O banco é montado a partir de tecido adiposo de animais submetidos à cirurgia de castração, com consentimento dos proprietários, segundo a diretora científica Nance Nardi. Esta fração é cultivada durante duas ou três semanas, dando origem a células-tronco purificadas. E depois analisadas para certificação de esterilidade e da presença de todas as características das células-tronco. Após esse procedimento, são congeladas para uso posterior.

Cellvet na coluna Observador Jornal do Comércio

Apoio

Rua da Várzea, 22 - Jardim São Pedro
Porto Alegre - RS
(51) 3109-5223