Publicado em 18, janeiro 2016

Com a Ajuda da Ciência – Coluna Campo Aberto ZH

O trabalho de pesquisas com as células-tronco levou de volta às pistas Barak, cavalo de raça Puro Sangue Inglês (PSI). O animal foi submetido a um tratamento após sofrer um acidente que provocou uma lesão em um dos tendões, que o impedia de exercer atividades habituais. O cavalo pôde voltar após 180 dias de tratamento.

– O veterinário injetou as células-tronco e o tendão se regenerou, voltou  ao original. Cerca de 60% dos cavalos que apresentam lesões articulares e 77% dos que tinham leões de ligamento ou tendão, e foram tratados com a terapia celular se curaram totalmente -explica Nance Nardi, diretora científica da Cellvet Medicina Regenerativa.

A empresa é uma das quatro no país a utilizar essa modalidade de tratamento. Tem um banco de células-tronco para cães, gatos e equinos. A maior procura é para o amigo do homem, em seguida pelos equinos e gatos.

Apoio

Rua da Várzea, 22 - Jardim São Pedro
Porto Alegre - RS
(51) 3109-5223