Publicado em 21, dezembro 2015

Halfy

O nosso cãozinho Halfy precisou realizar uma cirurgia de castração porque um de seus testículos não havia descido e então precisava realizar tal cirurgia para não ter complicações como hérnia, tumor entre outras mais tarde em sua vida adulta. Mas o que parecia uma cirurgia simples se transformou em pesadelo pra nós. No final da cirurgia o Halfy teve uma parada respiratória, o que causou um edema cerebral, mas graças ao empenho da veterinária que estava realizando a cirurgia conseguiu reanima-lo.

Porém ele estava inconsciente, ficou internado sete dias sob cuidados especiais. Mas somente no quarto dia de internação ele mostrou sinais de melhora, nos reconheceu e começou a comer e fazer as necessidades fisiológicas sozinho, mas inspirava muitos cuidados ainda porque não conseguia caminhar e nem parava em pé, estava muito fraco e debilitado. No sétimo dia então ele teve alta, mas mesmo em casa não tinha estímulos para ir até sua comida e nem para caminhar, precisávamos levar a comida e a água até ele e incentivá-lo a comer, porque uma das sequelas do edema era a perda da visão, o Halfy havia perdido a visão.

Halfy

Começamos a pesquisar sobre o quadro dele e sobre os possíveis tratamentos, procuramos na internet e conversamos com vários profissionais da área veterinária e também com pessoas amigas, que chegamos até as células-tronco. Coincidência ou não uma amiga nossa tem a irmã (Melissa) que faz parte da CellVet e ela se prontificou a verificar com a irmã se existiria algum tratamento para o Halfy com as células-tronco. Então a Melissa entrou em contato conosco e nos informou sobre o possível tratamento e nos indicou o Hospital Veterinário, por ser parceiro da CellVet, no qual conhecemos a Dra. Renata que realizou todos os exames necessários para fazermos a terapia com as células-tronco.

A princípio o único problema que tínhamos era que o Halfy precisava fazer uma tomografia para sabermos a dimensão do edema e qual a região afetada. Só que devido ao ocorrido por causa da anestesia ele não podia ser anestesiado. Sabíamos que o tratamento com as células- tronco para este tipo de lesão neurológica estava em estudo, mas a esperança e a fé de que ele iria melhorar era forte, então optamos em realizar o tratamento mesmo assim.


Hoje já faz 21 dias que ele fez a inoculação das células-tronco e já apresenta sinais de melhora na visão, ele caminha, brinca, come, late e não se bate em nada. Este tratamento nos devolveu a vontade de sorrir e a esperança porque estávamos muito tristes pelo nosso cãozinho.

Desde o primeiro contato com a CellVet fomos informados com muita clareza sobre o tratamento e suas possibilidades de melhora. Somos muito gratos pela equipe da CellVet porque nos trataram com muita atenção e profissionalismo.

Valeu a pena apostarmos tudo neste tratamento que por promissor que ele seja está ajudando muitos animais a se recuperar, assim como Halfy.

Por fim, se o Halfy soubesse falar ele diria: um muito obrigado a Dra. Adriana, a Dra. Melissa, Dra. Renata e a amiga Eve (mãe da Manu, futura namorada do Halfy), Dra. Luisa, enfim a toda a equipe da CellVet, por terem acreditado na sua recuperação e não terem desistido dele nunca.

Marga Gnoatto Rech

Apoio

Rua da Várzea, 22 - Jardim São Pedro
Porto Alegre - RS
(51) 3109-5223